Emprego de ferramentas in silico para avaliação da atividade biológica dos compostos presentes em Curcuma longa

  • Matheus Araújo Borges Pontifícia Universidade Católica de Goiás - PUC Goiás
  • Cristiano Mendonça Sarkis Pontifícia Universidade Católica de Goiás - PUC Goiás
  • Gabriel Elias de Lima Barros Pontifícia Universidade Católica de Goiás - PUC Goiás
  • Gabrielly de Souza Correia Centro Universitário de Trindade – UNIFIMES
  • Leonardo Luiz Borges Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Palavras-chave: Curcuma; curcuminoides; farmacodinâmica.

Resumo

Este estudo objetivou apresentar as propriedades químico-biológicas da espécie vegetal Curcuma longa L e detectar as moléculas com possível atividade biológica de interesse. Um levantamento bibliográfico foi realizado para buscar informações a respeito dos marcadores químicos já identificados para esta espécie. Após identificação dessas estruturas, a codificação das moléculas para realização das predições foi obtida no servidor Pubchem para as análises posteriores. A etapa de triagem de bioatividade para os marcadores químicos foi realizada com os programas SwissADME, Swiss Prediction e PASS prediction. Os estudos de interação intermolecular para as moléculas bioativas que melhor se encaixam no farmacóforo foram elaborados através de modelos de interação intermolecular com a estrutura macromolecular. Tendo em vista o objetivo do trabalho, a bisdemetoxicurcumina foi a substância em que as atividades preditas apresentaram maiores probabilidades. No repositório Binding Database, foram investigados os 5 ligantes com menores valores de IC50 (5 moléculas mais potentes) capazes de inibir a ação da enzima ácido graxo sintase. Posteriormente, a molécula bisdemetoxicurcumina foi incorporada a este conjunto e, a partir de análises de agrupamento farmacofórico empregando o servidor PharmaGist, as 6 estruturas compartilharam 3 características espaciais. Esse resultado corrobora a hipótese de que a bisdemtoxicurcumina exerce atividade biológica sobre a enzima ácido graxo sintase (FASN). As características dos metabólitos ativos da C. longa permitem inúmeras possibilidades de interações biológicas, podendo implicar em distintas aplicabilidades clínicas. Estudos futuros são necessários para melhor elucidar essas aplicações.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
10-12-2021
Como Citar
Borges, M. A., Sarkis, C. M., Barros, G. E. de L., Correia, G. de S., & Borges, L. L. (2021). Emprego de ferramentas in silico para avaliação da atividade biológica dos compostos presentes em Curcuma longa. REVISTA BRASILEIRA MILITAR DE CIÊNCIAS, 7(19). https://doi.org/10.36414/rbmc.v7i19.111
Seção
Artigos